Trigo: greve portuária na Argentina prejudica importações do Brasil

Trigo: greve portuária na Argentina prejudica importações do Brasil

19:21 - O ritmo de comercialização no mercado brasileiro de trigo deve crescer apenas a partir da virada do ano.

Segundo o analista de Safras & Mercado, Jonathan Pinheiro, os agentes seguem atentos à situação de greve nos portos argentinos que se estende há mais de 20 dias, e prejudica o volume de importações do Brasil, que já caiu significativamente no período.

“A manutenção deste cenário poderá obrigar os compradores nacionais a buscarem opções no mercado internacional, provavelmente a custos superiores, o que poderá impactar também nas cotações domésticas, tendo em vista a relação pelas paridades de importação. Quanto maior for a extensão desta greve no principal fornecedor de trigo ao Brasil, maior deverá ser o impacto sentido no país. As indicações até o momento se mantêm firmes, com pouca liquidez os preços também têm maior dificuldade em responder aos eventuais estímulos do mercado”, analisa.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino