Temer diz que Macri ‘serve de exemplo’ por aprovar reforma da Previdência na Argentina

Temer diz que Macri ‘serve de exemplo’ por aprovar reforma da Previdência na Argentina

21/12/2017 - 12:39 - Congresso do país aprovou mudanças na aposentadoria na terça-feira

Manoel Ventura e Patrícia Cagni

BRASÍLIA — O presidente Michel Temer disse nesta quinta-feira que o presidente da Argentina, Mauricio Macri, “serve de exemplo” por ter conseguido aprovar a reforma da Previdência no Congresso, nesta semana. No Brasil, o governo federal tenta conseguir votos suficientes para que uma proposta para mudar as aposentadorias seja aprovada na Câmara dos Deputados, com a votação prevista para fevereiro.

Temer deu as declarações ao recepcionar Macri na entrada do Palácio do Itamaray, sede do Ministério das Relações Exteriores, e ao discursar na abertura da 51ª reunião de cúpula do Mercosul, em Brasília. Quando Temer e Macri se cumprimentavam e posavam para fotos ao chegar ao Palácio, o presidente brasileiro afirmou:

— Ele aprovou a Previdência lá na Argentina, viu. Serve de exemplo.

Na última terça-feira, sob protestos da população e greve de trabalhadores, o Congresso da Argentina aprovou a reforma da Previdência no país. A reforma é defendida pelo presidente argentino como forma de reduzir o déficit fiscal.

Durante o discurso na abertura do evento, Temer voltou a elogiar o presidente argentino e o parabenizar pela aprovação da reforma.

— Aqui no Brasil, estamos fazendo muitas reformas. E até aproveito aqui, uma das nossas próximas reformas a serem levadas adiante é a reforma da Previdência, para cumprimentar a Argentina, por meio do presidente Mauricio Macri, que conseguiu uma expressiva vitória em torno da reforma da Previdência em seu país — disse Temer.

NEGOCIAÇÕES DO BLOCO

Durante o encontro, Mauricio Macri destacou as negociações do bloco econômico junto à União Europeia como um dos resultados mais importantes de 2017. O acordo faz parte da pauta do Mercosul há pelo menos 20 anos.

— Precisamos ampliar e distribuir os benefícios da globalização. Não se trata se ela (a globalização) é boa ou má, mas sim de qual tipo de globalização queremos ter — disse.

Para o presidente da Argentina, a globalização oferece novas oportunidades para melhorar as negociações entre os comércios internacionais.

A cerimônia, realizada no Palácio do Itamaraty, em Brasília, conta com a presença dos presidentes da Argentina, Mauricio Macri, do Uruguai, Tabaré Vázques e da Bolívia, Evo Morales. Na cerimônia, Temer vai passar a presidência pro tempore do Mercosul ao presidente do Paraguai, Horacio Cartes.

 
www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino