Secretário de Guedes, que encontrou com Bolsonaro nos EUA, está com coronavírus

Secretário de Guedes, que encontrou com Bolsonaro nos EUA, está com coronavírus

18:47 - Ao todo, já são 13 o número de pessoas na viagem que contraíram a covid-19

O secretário Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Marcos Troyjo, testou positivo para coronavírus. Ele esteve em missão aos EUA (Miami e Washington) na semana passada e se encontrou com o presidente Jair Bolsonaro. Ao todo, já são 13 o número de pessoas na viagem que contraíram a covid-19. Troyjo já estava em isolamento domiciliar.

O secretário não apresenta sintomas e trabalha de casa, de onde continuará a observar as diretrizes de isolamento estipuladas pelo Ministério da Saúde.

Hoje, o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, foi diagnosticado com o novo coronavírus. Durante a viagem, ele teve contato com o presidente Bolsonaro e o secretário de Comunicação da presidência da República, Fabio Wajngarten, que foi a primeira autoridade do governo federal a ser diagnosticada com o coronavírus.

Além de Wajngarten, tiveram resultado positivo para coronavírus o secretário adjunto de Comunicação, Samy Liberman; o encarregado de Negócios do Brasil nos Estados Unidos, o embaixador Nestor Forster; o senador Nelsinho Trad (PTB-MS); e o chefe do cerimonial do Itamaraty, Alan Coelho de Séllos.

Também confirmaram diagnóstico a advogada Karina Kufa e o publicitário Sérgio Lima, respectivamente tesoureira e marqueteiro do Aliança do Brasil, que viajaram em voo comercial para os Estados Unidos. Além disso, outros quatro integrantes da equipe de apoio do voo que levou o presidente Bolsonaro aos Estados Unidos testaram positivo para o coronavírus.

Além dos 12 brasileiros, o prefeito de Miami, Francis Suarez, que recepcionou a comitiva brasileira, também está com a covid-19.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino