´Não há plano de livre comércio´, diz representante dos EUA

´Não há plano de livre comércio´, diz representante dos EUA

O representante comercial americano, Robert Lighthizer, afirmou ontem que os Estados Unidos não pretendem negociar um acordo de livre comércio com o Brasil neste momento.

`O que estamos fazendo agora com o Brasil é tentando resolver problemas específicos para o Brasil se abrir e para criar empregos para a América. No momento, não temos planos para um FTA (sigla de acordo de livre comércio, em inglês) com o Brasil`, disse ele, em encontro com deputados americanos.

A afirmação foi uma resposta do representante do governo Trump a pergunta da deputada Stephanie Murphy, democrata da Flórida, sobre as negociações com o governo brasileiro. A parlamentar foi a única integrante da oposição da Comissão de Orçamento e Assuntos Tributários daCasaquenãoassinouumacarta a Lighthizer em que deputados disseram se opor à negociação comercial com o Brasil.

Depois de se reunir com Trump emMar-a-Lago, na Flórida, em março, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que havia sido dado `o primeiro passo para um acordo de livre comércio`. O termo também já foi dito por Trump, ao falar sobre a amizade com o presidente brasileiro e as relações com o País.

A despeito disso, técnicos dos dois países têm evitado o termo ´livre comércio` e enfatizado que a idéia é trabalhar em um pacote de `facilitação comercial` ou de `comércio bilateral`- expressão que vem sendo usada pelo embaixador do Brasil emWashington, Nestor Forster, e nos comunicados dos dois países.

A concepção tradicional de um acordo de livre comércio abarca negociação tarifária, o que ficou claro desde o ano passado que não seria discutido. Ao Estadão, Forster afirmou que é`naturalqueotermo ´acordo de livre comércio´ não tenha sido utilizado pelo embaixador Lighthizer, nas sessõesdo Congresso, pois isso implicaria conseqüências práticas`, já que o governo americano precisa notificar o Congresso com 60 dias de antecedênciaquando pretende negociar um acordo deste tipo. `Não significa que isso esteja fora do horizonte dos dois países`, afirmou ele.