Novo coronavírus: Argentina amplia atividades livres da quarentena durante pandemia

Novo coronavírus: Argentina amplia atividades livres da quarentena durante pandemia

Medida libera parte de atividades estatais, comerciais e médicas

A Argentina liberou, neste sábado à noite, algumas atividades estatais, comerciais e médicas. Os trabalhadores que atuam nessas áreas específicas podem voltar ao trabalho e não estão mais obrigados a cumprir a quarentena, que começou em 20 de março e segue até, pelo menos, o dia 26 de abril.
Até este domingo, foram registrados 2.839 casos de coronavírus e 132 mortes, de acordo com o Ministério da Saúde argentino.
Argentina:
Segundo decisão administrativa publicada no Boletim Oficial, poderão voltar ao trabalho funcionários de estabelecimentos e escritórios de aluguel, lojas sem atendimento ao público e com entrega em domicílio, atendimento médico e odontológico programados, laboratórios e óticas, e estabelecimentos de atendimento a casos de violência em gênero. A decisão também se aplica à "produçao para a exportação" e "processos industriais específicos".
Até então, apenas supermercados, farmácias, veterinárias, pontos de venda de botijões de gás e de materiais de construção podiam funcionar. Trabalhadores das áreas da saúde e da segurança, além daqueles vinculados aos serviços públicos, também estavam autorizados.
Pandemia:
A decisão argentina acontece num momento em que o país, além de sofrer com os efeitos da pandemia do novo coronavírus, está mergulhado numa crise econômica.