Piñera é primeiro líder da América Latina a conversar com Biden após vitória e democrata defende ação para economia e clima

Piñera é primeiro líder da América Latina a conversar com Biden após vitória e democrata defende ação para economia e clima

21:11 - Presidente chileno conversou na tarde desta terça-feira com o novo líder dos EUA, que mencionou ainda o plebiscito sobre uma nova Carta Magna no país

WASHINGTON — O presidente chileno, Sebastián Piñera, foi o primeiro líder da América Latina a congratular, por telefone, Joe Biden, vencedor da eleição presidencial nos EUA. Na conversa, o democrata expressou sua vontade de ajudar a região a superar a crise decorrente da pandemia do novo coronavírus, além de, no caso do chileno, falar em sua vontade de estreitar os laços com Santiago.

Biden, que derrotou Donald Trump na votação do dia 3 de novembro, também mencionou o recente plebiscito sobre uma nova Constituição no Chile, uma escolha apoiada por quase 80% da população no fim do mês passado. Para ele, foi uma iniciativa no sentido de "atualizar a Carta Magna de forma a conduzir a uma democracia mais forte e igualitária".

O democrata afirmou defender o fortalecimento das instituições regionais como um mecanismo para enfrentar aqueles que delimitou como os principais desafios, como a imigração, e temas globais, como as mudanças climáticas, tema que deve ser um dos pilares de seu novo governo.

Além de Piñera, Biden recebeu telefonemas do premier israelense, Benjamin Netanyahu, do premier indiano Narendra Modi e do presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa.

Por outro lado, Joe Biden ainda não recebeu qualquer tipo de comunicação, seja por telefone, telegrama ou postagem em rede social, dos líderes da Rússia, Vladimir Putin, México, Andrés Manuel López Obrador, Coreia do Norte, Kim Jong-un, e do Brasil, Jair Bolsonaro.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino