Parlamento austríaco aprova veto ao acordo entre Mercosul e UE, citando queimadas na Amazônia

Parlamento austríaco aprova veto ao acordo entre Mercosul e UE, citando queimadas na Amazônia

Mas moção pode não ter efeito prático porque Áustria terá eleições este mês e tratado só será ratificado em 2020

O parlamento austríaco aprovou na quarta-feira uma moção rejeitando a proposta de um pacto de livre comércio entre a União Europeia e o Mercosul . Quase todos os partidos do subcomitê da UE do parlamento austríaco, com exceção dos liberais NEOS, que apoiam o acordo com ressalvas, votaram contra o projeto de livre comércio entre o bloco europeu e os quatro países latino-americanos.

Os parlamentares austríacos citaram as queimadas na Amazônia como motivo para a moção contra o acordo com o Mercosul. Apesar de ser uma demonstração política forte, a moção pode ter poucos efeitos práticos.

No fim deste mês, os austríacos vão às urnas e a composição do governo pode mudar. O acordo entre Mercosul e União Europeia, anunciado em junho , está neste momento na fase de revisão jurídica e só deve ficar pronto para a assinatura das partes no início de 2020.

O Brasil enfrenta a pressão de países europeus sobre suas políticas ambientais e uma onda de incêndios florestais na Região Amazônica .

Na quarta-feira, mais de 200 investidores institucionais, que têm juntos US$ 16 trilhões em ativos sob gestão, incluindo a Amundi, maior gestora de recursos da Europa, divulgaram um manifesto no qual pediram às empresas que implementem políticas contra o desmatamento em suas cadeias de fornecimento.

Em agosto, a França afirmou que não ratificaria o acordo , depois que o presidente brasileiro Jair Bolsonaro rejeitou as críticas aos incêndios que assolavam a Amazônia. Grã-Bretanha e Alemanha criticaram a decisão do presidente francês, Emmanuel Macron, afirmando não ser a resposta apropriada. Assim como Macron, o primeiro-ministro da Irlanda ameaçou votar contra o acordo comercial entre UE e Mercosul se o Brasil não respeitar seus "compromissos ambientais" .

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino