Parlamentares progressistas brasileiros expressam apoio à nova Assembleia Nacional da Venezuela

Parlamentares progressistas brasileiros expressam apoio à nova Assembleia Nacional da Venezuela

12:27 - Parlamentares progressistas brasileiros expressam apoio à nova Assembleia Nacional da Venezuela

Deputados do Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e Partido Comunista do Brasil (PCdoB) expressaram na noite desta terça-feira (12/01) apoio e reconhecimento à nova Assembleia Nacional da Venezuela.

Em carta enviada ao Parlamento venezuelano, os congressistas saudaram os resultados do pleito de dezembro passado. Segundo os brasileiros, a eleição fortaleceu a "ordem democrática" do país.

"Esperamos que a recente vitória eleitoral contribua para o enfrentamento ao bloqueio econômico e financeiro que vosso povo sofre", diz o documento.

Os deputados expressaram preocupação com a atual relação diplomática entre os países, já que o governo Jair Bolsonaro cortou as relações bilaterais com a Venezuela e não reconheceu as eleições de dezembro. "No que couber a nós, buscaremos todas as formas [de] preservar os interesses de nossos povos, para que prossiga a amizade entre nossos países e os processos de integração", afirmam.

Os congressistas declararam ser preciso que o Parlamento da Venezuela exponha a ilegitimidade de Juan Guiadó para romper as "tentativas do sr. Guaidó de nomear representantes ilegais para ocupar as instalações diplomáticas em Brasília".

Os líderes das bancadas do PT e PSOL na Câmara, Enio Verri e Sâmia Bonfim, respectivamente, os deputados Carlos Zaratini (PT/SP), Natália Bonavides (PT/RN), Rui Falcão (PT/SP), Paulo Pimenta (PT/RS), David Miranda (PSOL/RJ), Luiza Erundina (PSOL/SP), Orlando Silva (PCdoB/SP), Jandira Feghali (PCdoB/RJ) e os senadores Humberto Costa e Paulo Rocha, ambos do PT, estão entre os signatários.

Outro ponto da carta enviada remete à situação da migração de venezuelanos que estão em território brasileiro. De acordo com os parlamentares, alguns migrantes passam por necessidades e falta de assistência. Brasileiros expressaram buscar "todas as formas de apoio possível" aos venezuelanos, que possam "reconstruir suas famílias" na Venezuela.

Por fim, os congressistas esperam que, com "procedimentos de vacinas massivas" contra a covid-19 nos países, possam retornar as atividades parlamentares e viagens de intercâmbio. "Desse modo propomos, assim que for possível, a organização de delegações de visitas mútuas, em Caracas e em Brasília", afirmaram os deputados.

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, agradeceu o apoio e solidariedade dos deputados brasileiros, assim como a "disposição de fortalecer as relações bilaterais e parlamentares, apesar da retrógrada negação do atual governo brasileiro".

"Parlamentares brasileiros expressam seu apoio e solidariedade ao povo e ao governo da Venezuela, bem como sua disposição de fortalecer as relações bilaterais e parlamentares entre nossos países, apesar da retrógrada negação do atual governo brasileiro. Obrigado!", disse.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino