O possível rastro de contaminação se Bolsonaro testar positivo

O possível rastro de contaminação se Bolsonaro testar positivo

20:24 - Se dessa vez o teste de Bolsonaro der positivo para a Covid-19, o rastro de uma possível contaminação será extenso. O presidente começou a sentir sintomas na manhã desta segunda-feira, o que significa que desde sexta-feira ele já poderia estar carregando o vírus, cujo tempo de incubação pode chegar a 14 dias.

E qual é extensão do contágio? No sábado, o presidente participou da comemoração da independência americana na residência do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman. Sem máscara e distanciamento social, Bolsonaro abraçou Ernesto Araújo e ficou bastante próximo dos ministros Braga Netto, Fernando Azevedo e Luiz Eduardo Ramos e de Chapman. Nenhum deles usa máscara na imagem divulgada.

Na sexta-feira, Bolsonaro almoçou com nove empresários e CEOs de grandes empresas no Palácio da Alvorada. Entre eles estavam Rubem Ometto (Cosan), Lorival Luz (BRF), Rubem Menin (MRV/CNN Brasil), Luiz Trabucco (Bradesco), Candido Pinheiro (HapVida), Fernando Queiroz (Minerva), Carlos Alberto Oliveira (Caoa), Eugênio Mattar (Localiza) e Fernando Gomes (Embraer). Nas imagens divulgadas, também ninguém aparece de máscara.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino