Mercosul fará cúpula virtual de presidentes pela 1ª vez

Mercosul fará cúpula virtual de presidentes pela 1ª vez

15:17 - O encontro ocorreria provavelmente em Encarnación, no Paraguai, país que exerce a presidência rotativa do grupo.

De forma inédita, os presidentes do Mercosul vão fazer virtualmente a reunião de cúpula semestral do bloco. O encontro ocorreria provavelmente em Encarnación, no Paraguai, país que exerce a presidência rotativa do grupo. Por causa da pandemia de covid-19, foi substituída por uma teleconferência, no dia 2 de julho.

Mais uma vez, o brasileiro Jair Bolsonaro e o argentino Alberto Fernández não terão a oportunidade de se conhecer pessoalmente, após seguidos ataques de lado a lado. Em fevereiro, durante visita ao Itamaraty, o chanceler Felipe Solá foi recebido pelo colega Ernesto Araújo. Os dois selaram a paz e tentaram organizar um encontro dos presidentes no dia 1º de março, em Montevidéu, na posse do uruguaio Luis Lacalle Pou.

A data, porém, coincidiu com a abertura do ano legislativo na Argentina e Fernández decidiu abortar a ida. Depois, o presidente argentino participou de uma reunião virtual do Grupo de Puebla, organização de lideranças políticas de esquerda na América Latina, que inclui os petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. A divulgação do encontro esfriou novamente as relações Brasília-Buenos Aires.

Com a pandemia, o governo argentino tomou uma decisão polêmica. Decidiu sair de todas as negociações do Mercosul para acordos comerciais com parceiros externos. A Casa Rosada se comprometeu apenas a honrar os termos do anunciado tratado de livre comércio com a União Europeia e com o EFTA (Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein). Outras conversas — como discussões com Coreia, Cingapura, Canadá e Líbano — não teriam mais a participação do país vizinho.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino