Mandetta diz que continua no cargo e que inimigo a ser enfrentado é a covid-19

Mandetta diz que continua no cargo e que inimigo a ser enfrentado é a covid-19

06/04 - 20:42 - O ministro da Saúde disse que ele e sua equipe têm enfrentado dificuldades e cobrou condições de trabalho para a pasta

Após mais um dia enfrentando rumores de que deixaria o cargo, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, voltou nesta segunda-feira (6) a comparar o Brasil como um paciente e reafirmou que não deixará o cargo. “Nós vamos continuar para enfrentar o nosso inimigo. Nosso inimigo tem nome e sobrenome, é a covid-19”, disse o ministro, em pronunciamento à imprensa, na sede da pasta.

Mandetta afirmou que tem se unido à academia e à ciência para definir protocolos, escolher as drogas e estratégias para combater a pandemia. Destacou que vem trabalhando com transparência nos números, nas discussões e tomadas de decisões. “Não temos nenhum receio da critica”, afirmou. “Gostamos da critica construtiva.”

Ponderou, no entanto, que ele e sua equipe têm enfrentado dificuldades quando, em determinadas situações, enfrentam críticas não construtivas. E cobrou condições de trabalho para a pasta.

Mandetta comentou que hoje foi um dia em que toda sua equipe ficou com “a cabeça avoada, querendo saber se ia ficar ou sair”. Chegaram a arrumar, inclusive, suas gavetas, disse. “Espero que a equipe do MS que já ficou muito tempo sem trabalhar hoje, volte ao trabalho. vamos acabar essa entrevista coletiva e vamos retomar o trabalho que temos que retomar”, disse. E, dirigindo-se à equipe, afirmou: “aqui nós entramos juntos, trabalhamos juntos, e quando eu sair daqui, nós vamos sair juntos”.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino