Levi's traz produção ao Brasil para fugir do câmbio volátil e cortar custos

Levi's traz produção ao Brasil para fugir do câmbio volátil e cortar custos

A marca de vestuário Levi's vai passar a produzir no Brasil parte das peças que vende no país.

A marca de vestuário Levi's vai passar a produzir no Brasil parte das peças que vende no país. Hoje, todos os produtos são importados.

O objetivo é fugir das variações cambiais e cortar ao menos 10% de custos, diz o diretor de negócios, Rui Araújo Silva.

Além disso, o novo modelo ajuda a empresa a reagir mais rapidamente às mudanças de demanda do consumidor local.

"Os pedidos de fora precisam de uma antecedência de 9 meses. Com parceiros nacionais, o prazo cai para 60 dias."

Inicialmente, 20% da demanda interna será produzida por parceiros brasileiros. A ideia é chegar a ao menos 50%.

A companhia também voltou a investir em lojas próprias no país, após cinco anos apenas com aberturas de franquias, segundo a diretora Marina Kadooka.

"Neste ano, serão quatro novas unidades próprias e, em 2018, oito."

O aporte para as aberturas deverá somar, em média, R$ 18 milhões.

61 lojas
tem a Levi's no Brasil; destas, 11 são próprias

5,2%
é o crescimento de receita até maio deste ano

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino