Instituto Serum da Índia pode retomar exportações de vacina em junho

Instituto Serum da Índia pode retomar exportações de vacina em junho

Exportações podem ser retomadas se o número de casos da doença diminuir no país

O Instituto Serum da Índia, o maior fabricante de vacinas do mundo, pretende retomar as exportações do imunizante contra a covid-19 desenvolvido pela AstraZeneca/Oxford em junho se o número de casos da doença diminuir no país.

A informação foi revelada pelo executivo-chefe da empresa, Adar Poonawalla, em uma entrevista à agência Associated Press.

As vacinas da AstraZeneca produzidas pelo Instituto Serum da Índia são essenciais para o Covax, o mecanismo liderado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para garantir uma distribuição mais igualitária das doses entre os países do mundo.

O Covax afirmou que o aumento das infecções na Índia fez com que o Instituto Serum tivesse que atender à demanda interna, provocando um atraso na entrega de 90 milhões de doses em todo o mundo.

A Índia decidiu suspender as exportações após registrar um aumento exponencial dos casos de covid-19 nas últimas semanas. Várias regiões, como Nova Déli, adotaram restrições para conter o vírus, enquanto o governo tenta acelerar a campanha de vacinação contra a covid-19.

Depois de ter registrado mais de 103 mil casos da doença no domingo, um novo recorde, a Índia confirmou nas últimas 24 horas mais de 96,8 mil infecções. Além disso, outras 446 pessoas morreram no país no período, segundo as autoridades de saúde.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino