Ibovespa sobe e dólar cai com sinal de trégua política

Ibovespa sobe e dólar cai com sinal de trégua política

Mercados fnclice atinge 79 mil pontos com bancos; dólar desce a R$ 5,82

A sessão de ontem foi de volatilidade para os ativos brasileiros. Tanto a bolsa como o real iniciaram os pregões pressionados pelo exterior, mas o alívio veio próximo do fim do dia com o noticiário local, com a reaproximação entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Após encostar a mínima dos 75.697 pontos baixa de 2,67% , o ibovespa fechou em alta de 1,59%, aos 79.011 pontos. Já o dólar fechou em queda de 1,39%, a R$ 5,8186, próximo das mínimas do dia. Na máxima, chegou a ser negociados a RS 5,9712. Este é o menor patamar desde a última sexta, quando o dólar fechou em RS 5,7428. O dia amanheceu como na véspera, com o exterior pesando e o investidor local atento ao risco fiscal e os desenvolvimentos da investigação que envolve Bolsonaro e o ex-ministro Sérgio Moro. No entanto, o clima começou a mudar quando o Banco Central realizou a primeira intervenção do dia, ofertando 20 mil contratos de swap cambial. Depois, a autoridade monetária voltou a atuar, por meio da injeção de outros US$ 520 milhões no mercado à vista. No total, foram cerca de USS1,41 bilhão.

Por ter agido de forma mais firme no câmbio que nos últimos dias justamente no momento em que o patamar dos RS 6 estava mais próximo, a atuação voltou a gerar comentários sobre uma possível atuação `para defender nível`.

`Ficou um pouco nítido que ele defendeu o RS 6`, d iz Vanei Nagem, gestor de câmbio da Terra Investimentos. `O problema é que está sensível mais para cima que para baixo`, acrescenta, lembrando que o BC, nos últimos tempos, tem sido praticamente a única ponta vendedora no mercado local.

Daniel Weeks, economistachefe da Garde, admite ser `indiscutível` que o BC foi mais agressivo. `Não está claro como o BC atua no câmbio. Tem pessoas defendendo todo tipo de abordagem do BC na moeda e parece que ninguém está satisfeito`, contemporiza. `O que sabemos é que o BC tem melhores indicadores para saber onde está a demanda e que momento é melhor dar liquidez.`

Paralelamente, houve uma melhora do clima de risco lá fora, que fez a negociação do dólar virar contra algumas das principais moedas emergentes. No horário do fechamento por aqui, o dólar cedia 1,36% contra o peso mexicano, 0,64% frente ao rand sul-africano e 0,70% na comparação com a lira turca.

Na reta final do pregão, a queda também recebeu ajuda dos acenos entre Bolsonaro e Maia. Horas após ter dito, em reunião com empresários organizada pela Fiesp, que o deputado parecia querer `afundar a economia para ferrar o governo`, o presidente se reuniu com Maia. Na saída, afirmou que os dois voltaram a `namorar`.

O tom mais conciliador entre Maia e Bolsonaro também deu fôlego ao Ibovespa, que já subia beneficiado pelos bancos, após o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, cancelar a sessão prevista para ontem. Entre os pontos a serem discutidos estava o projeto de lei que estabelece um teto, de 20% ao ano, para os juros de cartões de crédito e cheque especial e aumento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

A ação ON do Banco do Brasil subiu 4,31%, Bradesco ON ganhou 4,33%, acompanhada por Bradesco PN (5,49%), Itaú Unibanco PN (4,40%) e Santander units (4,18%).

No mercado de juros, as taxas fecharam perto da estabilidade acompanhando o dólar. O contrato de Depósito Interfinanceiro(Dl) para janeiro de 2021 passou de 2,655% no ajuste anterior para 2,645%; o Dl janeiro de 2023 operava estável em 4,94%; e o contrato para 2027, de 7,96% para 7,97%.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino