Greve aduaneira afeta embarque de grãos na Argentina, diz agência

Greve aduaneira afeta embarque de grãos na Argentina, diz agência

22:23 - Trabalhadores reivindicam prioridade na vacinação contra a covid-19.

As exportações de grãos e derivados da Argentina foram afetadas hoje por uma greve de sete horas promovida pelo sindicato de trabalhadores aduaneiros do país, que reivindicam prioridade na vacinação contra a covid-19. A informação é da agência Reuters.

O protesto foi encabeçado pelo Sindicato Único de Trabalhadores Aduaneiros (Supara, na sigla em espanhol), que disse que poderá organizar mais manifestações. O grupo pede ao governo argentino 3 mil doses de vacina.

O gerente da Câmara de Atividades Portuárias e Marítimas (CAPyM, na sigla em espanhol), Guillermo Wade, afirmou que a greve de trabalhadores aduaneiros "está afetando todas as operações de importação e exportação".

A Argentina é uma das maiores exportadoras de alimentos do mundo. A paralisação ocorre em um momento de intensa atividade nos portos do país, já que os agricultores estão finalizando a colheita de soja e intensificando a de milho.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino