Fernández amplia quarentena e acusa Bolsonaro de “falta de seriedade” no combate à pandemia

Fernández amplia quarentena e acusa Bolsonaro de “falta de seriedade” no combate à pandemia

27/04 - 12:51 - “Me preocupa muito a situação do Brasil porque não acho que o governo brasileiro esteja enfrentando o problema com a seriedade que o caso requer. Digo isso, sinceramente”, disse o presidente argentino Alberto Fernández

Victor Farinelli, Revista Fórum - Na noite deste domingo (26), ao anunciar a ampliação da quarentena no país até o dia 10 de maio, o presidente argentino Alberto Fernández abordou outra preocupação que sua gestão tem com respeito à pandemia do coronavírus, que é a forma como o governo brasileiro vem tratando a questão.

Fernández evitou citar o nome de Jair Bolsonaro, mas foi bastante claro em sua opinião sobre como o país vizinho lida com a crise de saúde. “Me preocupa muito a situação do Brasil porque não acho que o governo brasileiro esteja enfrentando o problema com a seriedade que o caso requer. Digo isso, sinceramente”, afirmou, em entrevista ao canal de televisão C5N.

A preocupação do presidente argentino surgiu, sobretudo, de conversas com governadores de províncias que fazem fronteira como o Brasil. “Tive uma conversa com todos os governadores por videoconferência. O governador de Misiones (província que faz fronteira com o Paraná e Santa Catarina) expôs com toda clareza a sua preocupação porque as províncias de Misiones e Corrientes (fronteira com o Rio Grande do Sul) são caminho de entrada de muitos camiões de carga que vêm de São Paulo, que é o foco de infecção é altíssimo”, explicou.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino