Fechar fronteira é inaceitável, diz Rubens Barbosa

Fechar fronteira é inaceitável, diz Rubens Barbosa

O diplomata Rubens Barbosa, presidente do Instituto de Relações Internacionais e Comércio Exterior, criticou ontem o pedido do governo de Roraima de fechar a fronteira com a Venezuela.

O diplomata Rubens Barbosa, presidente do Instituto de Relações Internacionais e Comércio Exterior, criticou ontem o pedido do governo de Roraima de fechar a fronteira com a Venezuela.

"Isso de fechar fronteira é completamente equivocado", disse, após participar do Fórum Estadão - A Reconstrução do Brasil, em São Paulo. Em fevereiro, a prefeitura de Boa Vista calculou que cerca de 40 mil venezuelanos viviam na cidade.

"Nós temos que criar condições para que o Brasil possa absorver esses refugiados. Se a gente não tem recursos, temos que conversar com outros países, com ONGs e tal, para ajudar", defendeu Barbosa. Para ele, governos estadual e federal devem conversar mais para articular condições para receber os refugiados - que devem aumentar, segundo disse, uma vez que a situação econômica e política da Venezuela continua crítica.

Mercosul. Barbosa ainda defendeu a importância do Mercosul para o Brasil. "Estamos voltando às origens do Mercosul.

O Brasil tem que ter uma posição de liderança na região, acelerar a negociações dos acordos comerciais para poder dinamizar novamente a abertura de mercado e a liberalização comercial", afirmou.

A economista Lídia Goldenstein disse que o Mercosul pode ser um grande instrumento para a economia brasileira, mas avaliou que faltou estratégia de integração produtiva. "O Mercosul só terá chances de sobreviver de uma forma positiva com estratégias de integração.

E isso só pode vir do Brasil. É um momento favorável, pelo menos com a Argentina." Para o ex-chanceler Celso Lafer, a liderança do Brasil na região é inevitável. Ele acrescentou que o Mercosul foi concebido como um projeto de grande envergadura. Tinha, além da dimensão econômica, a dimensão militar e o reforço dos valores democráticos.

"O Mercosul é o resultado do entendimento de Brasil e Argentina da recusa de levar adiante uma opção nuclear. Fez da América Latina uma área desnuclearizada.

No mundo atual, isso é um ativo muito importante."

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino