As espantosas paisagens criadas pela exploração do lítio na América do Sul

As espantosas paisagens criadas pela exploração do lítio na América do Sul

Na Bolívia e no Chile, as toneladas de lítio nas planícies salinas deram lugar a campos enormes.

Embaixo da tela em que você está lendo isto, há, provavelmente, a essência destilada de uma planície de sal.

Há milhões de anos, vulcões depositaram minerais em vastas extensões da América do Sul. Depois, a água vazou pelas rochas e formou enormes lagos.

Então vieram os ciclos de evaporação e deposição, que geraram vastas planícies de sal nas quais há um dos minerais mais procurados no mundo: o lítio.

Com o rápido aumento do uso de baterias para dispositivos eletrônicos e automóveis elétricos, a demanda por lítio e outros materiais básicos na indústria está acelerando.

O lítio está mudando a sorte, e mais especificamente, as paisagens dos países que têm o material em abundância.

campos enormes. As piscinas de evaporação para a extração do mineral enchem as paisagens com cores marcantes.

Nesta série de fotografias, mostramos esses lugares, cujas características surpreendentes inspiram vários artistas, escritores e arquitetos.

As primeiras imagens são de salinas da América do Sul, que contêm centenas de milhões de toneladas de lítio.

Nas Salinas Grandes, na Argentina, os indígenas veem as piscinas naturais como "olhos" que possuem um significado espiritual.

Os políticos e as empresas enxergam o enorme valor econômico das salinas, mesmo que elas não tenham sido completamente exploradas.

O Salar de Uyuni, na Bolívia, abriga aquele que talvez seja o maior depósito individual do mundo.

A salmoura é bombeada para a superfície e evaporada para concentrar os minerais. Em seguida, é filtrada e tratada quimicamente para extrair o lítio.

No Chile, lugares como o deserto do Atacama ajudaram o país a se tornar um dos principais produtores do mundo.

Suas minas competem com as da Bolívia como um dos maiores depósitos de lítio do mundo.

Pelo método de evaporação, pode ser necessário mais de um ano para maximizar a concentração de lítio.

A indústria cresceu consideravelmente no deserto do Atacama.

Um caminhão trafega entre as piscinas de salmoura no deserto do Atacama, no Chile.

Na Alemanha, o lítio é extraído da zinnwaldita, um mineral de silicato. O depósito é considerado pequeno para os padrões mundiais, mas para a Europa é avaliado como grande.

Na Turquia, a estatal Eti Mine Works extrai o lítio dos resíduos da produção de boro (um mineral).

É pouco provável que a produção da Turquia seja uma fonte importante de lítio. Porém, ela representa um dos vários esforços para encontrar reservas alternativas

A demanda por lítio provavelmente seguirá à medida em que também cresce a necessidade de baterias, como essas usadas em automóveis em uma fábrica na China.

À medida em que o mundo adota mais carros elétricos e outras tecnologias que funcionam com baterias, que novas paisagens podem ser criadas a partir disso?

Richard Fisher e Javier Hirschfeld

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino