AGNU  ●  Coronavirus  ●  Islas Malvinas  ●  Mercosur  ●  Mercosur-UE  ●  Venezuela

Envio de remédio de Cuba derruba tese chavista, diz Guaidó

Envio de remédio de Cuba derruba tese chavista, diz Guaidó

Juan Guaidó, autoproclamado presidente interino da Venezuela, disse ontem que as 933 toneladas de remédios importados pelo governo põem por terra a `mentira` de Nicolás Maduro de que as sanções econômicas o impediam de comprar os produtos.

Juan Guaidó, autoproclamado presidente interino da Venezuela, disse ontem que as 933 toneladas de remédios importados pelo governo põem por terra a `mentira` de Nicolás Maduro de que as sanções econômicas o impediam de comprar os produtos. Ele considerou que isso foi uma vitória do movimento que lidera.

`Então não havia bloqueio, af estão os remédios, eles roubavam o dinheiro`, disse Guaidó. `Eles admitiram a emergência, pois tiveram de trazer os remédios e essa é outra conquista deste movimento, desta causa`, disse durante ato na Universidade Central da Venezuela.

Ontem, o ministro de Saúde da Venezuela, Carlos Alvarado, informou a chegada de 933 toneladas de remédios e materiais médicos procedentes de Cuba, China aliadosdo governo Maduro da Organização Panamericana de Saúde e de `algumas compras diretas` do ministério.

`Basta de cinismo, basta de miséria com nosso povo. A mentira deles caiu muito rápido`, disse o Líder opositor, acrescentando que seu movimento levou o `regime ao desespero`. `O jogo mudou e a ajuda humanitária entrará na Venezuela, mesmo se não cessar a usurpação, pois em todo o país há um povo decidido e determinado a ajudar o próximo`, acrescentou o presidente da AssembLeia Nacional.

 

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino