Embaixador argentino se reúne com Bolsonaro e fala em deixar 'desencontros' para trás

Embaixador argentino se reúne com Bolsonaro e fala em deixar 'desencontros' para trás

19/08 - 14:23 - Daniel Scioli afirmou que quer marcar encontro entre Alberto Fernández e o presidente brasileiro ainda neste ano

BRASÍLIA — O embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, reuniu-se nesta quarta-feira com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto. Na saída, Scioli afirmou que trouxe a mensagem de que o presidente argentino, Alberto Fernández, deseja trabalhar junto com o governo brasileiro e deixar "desencontros" para trás. O embaixador também disse que deseja marcar um encontro entre Bolsonaro e Fernández até o fim do ano.

Os dois presidentes trocaram publicamente diversas acusações durante a corrida eleitoral argentina de 2019, e Bolsonaro fez campanha aberta contra Fernández. Após a vitória, houve tentativas de moderação do discurso, mas o brasileiro não compareceu à posse do vizinho, quebrando uma tradição de décadas. Além disso, continua fazendo críticas ao peronista.

— Muito boa (a reunião). Além da formalidade, da entrega das cartas credenciais, tive a possibilidade de conversar com o presidente e com parte de sua equipe sobre uma agenda bilateral. Trouxe uma mensagem do presidente Alberto Fernández da vontade de trabalhar juntos, junto ao presidente Bolsonaro e sua equipe, deixando (para) trás desencontros — disse Scioli após a reunião.

Na tradição diplomática, a apresentação da carta credencial formaliza o início do trabalho de um embaixador. Bolsonaro também recebeu nesta quarta os embaixadores da Alemanha, Heiko Thoms, e da Armênia, Arman Akopian.

Scioli disse que pretende marcar um encontro presencial entre Bolsonaro e Fernández, mas não está definido em qual país ocorreria a reunião.

— Trabalharemos para marcar um encontro até o final do ano entre os presidentes. Falei [sobre] isso com o presidente Alberto Fernández e disse para o presidente Bolsonaro.

Houve uma tentativa de um encontro entre os dois em Montevidéu, em março, durante a posse de Luis Lacalle Pou na Presidência do Uruguai, mas ela fracassou em razão da agenda do chefe de Estado argentino, que fez no mesmo dia o discurso de abertura do ano legislativo.

O embaixador também disse ter solicitado uma "linha direta" com ministros brasileiros e disse que deve encontrar ainda nesta quarta a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Também demonstrou o desejo de conversar com titular da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Scioli disse que a reunião foi "franca" e disse ter otimismo de que as coisas "vão andar muito bem".

— Foi uma reunião franca, direta — disse, acrescentando depois: — Temos muita confiança e otimismo que as coisas vão andar muito bem.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino