É momento de deixar desencontros no passado, diz novo embaixador argentino

É momento de deixar desencontros no passado, diz novo embaixador argentino

ENTREVISTA DANIEL SCIOLI - Daniel Scioli fala em diálogo com Bolsonaro e nega que país seja trava para negociações do Mercosul

Daniel Scioli chegou ao Brasil na segunda- feira (10) com a difícil missão de chefi ara embaixada argentina no momento mais tenso da relação entre os dois países nas últimas décadas.
Não bastassem as trocas de provocações entre Jair Bolsonaro e Alberto Fernández, o comércio entre os maiores sócios do Mercosul despencou com a crise do coronavírus.
`É momento de deixar os desencontros no passado e partir para uma agenda positiva e construtiva, com um diálogo franco e sincero`, diz Scioli.
Em entrevista à Folha, ele diz que pretende centrar sua missão na agenda comercial

As relações entre Brasil e Argentina estão marcadas por desconfianças, e os dois governos parecem discordar em praticamente tudo. Com quai objeti vo o sr chega a Brasília?
E tempo depríorízaro interesse comum. E o momento em que a adversidade pode ser oportunidade, para entender que juntos vamos sair mais rápido das consequências sociais e econômicas da pandeinia. É momento de deixar os desencontros no passado e partir para uma agenda positiva e construtiva, com um diálogo franco e sincero.

Tenho a sorte de conhecer o presidente Fernández há 25 anos, com quem tenho amizade e muita confiança, e lhe perguntei com toda a claridade qual vínculo devemos ter com o governo brasileiro. Ele me disse: `Diga ao presidente Bolsonaro que minha vontade é trabalharmos juntos, a partir do respeito à vontade popular nos dois países. E deixando para tras os desencontros, olhando para o futuro`.
Mas em que áreas pode haver convergência? Em diversos temas os governos têm opiniões conflitantes.
Acredito que a promoção comercial é benéfica para ambos os países. Chegamos a ter US$ 40 bilhões em intercâmbio comercial, e hoje caímos quase 40% no volume dessa relação. Estamos falando de trabalho, fabricas produzindo para um mercado e para o outro, de automóveis e do complexo agroalimentário mais potente do mundo.
Algumas medidas adotadas pelo governo Fernández são criticadas no Brasil e acusadas de protecionistas. Isso não atrapalha essa agenda de cooperação?
Pensei que você ia me fazer essa pergunta e vou te dar a resposta por escrito. [Scioli se levanta e busca tabelas sobre importação de produtos brasileiros na Argentina] Olha, os números são claríssimos. Só uma porcentagem mínima de licenças de importação não foram autorizadas [pelo governo argentino]. Por outro lado, há praticamente US$ 1 bilhão [em licenças] aprovadas que ainda não foram utilizadas.
Por que a Argentina desistiu de se retirar das negociações comerciais do Mercosul com terceiros países?
Isso [a saída das negociações] foi mal interpretada Vamos ficar com a última decisão [ de voltar atrás], para dentro do Mercosul analisamos outros possíveis acordos que sejam benéficos.
Sobre o acordo comercial com a União Européia, o governo Fern ández apoia o texto assinado em 2019?
Estamos no momento derevisão legal do acordo. E os questionamentos não estão vindo da Argentina, mas de outros países.
Mas qual a posição da Argentina?
O chanceler [Solá] e o presidente foram muito claros sobre esse tema: é um acordo que está assinado, mas que está sob revisão [legal]. A disposição da Argentina um país que leva adiante uma negociação árdua e dura com seus credores, de forma êxitosa e chegando a um acordo mostra com toda claridade de que lado está. Do lado de integrar- se ao mundo inteligentemente, com um capitalismo maduro e responsável, que possa levantar o país de baixo para cima, e não esmagá-lo de cima para baixo, como ocorreu no governo anterior.
Meses atras Fernández chegou a se referir ao Brasil como um risco de contaminação por Covid-19 para a região. O sr. concorda?
Eu vejo a necessidade no espírito e nas instruções que o presidente Alberto Fernández me deu de que os desencontros e questões que podem ter gerado ruído fiquem para trás. O que ele [Fernández] busca como homem de estado? O interesse da Argentina, e o melhor para o país é estar bem com o Brasil e trabalhar junto. Então é virar a página.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino