Coronavirus  ●  Estados Unidos  ●  Islas Malvinas  ●  Mercosur  ●  Mercosur-UE  ●  Venezuela

Declaração de Eduardo Bolsonaro sobre coronavírus provoca crise diplomática com a China

Declaração de Eduardo Bolsonaro sobre coronavírus provoca crise diplomática com a China

18/03 - 22:34 - Embaixada chinesa diz que filho do presidente ‘contraiu vírus mental’ em Miami e ‘precisa assumir todas as consequências’

André Duchiade e Filipe Barini Uma declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) responsabilizando a China pela pandemia de coronavírus provocou uma crise diplomática com o país. Por meio de seu embaixador no Brasil, Yang Wanming, o país asiático, que é o principal parceiro comercial do Brasil, manifestou veemente repúdio a uma declaração de deputado, chegando a dizer que o filho do presidente Jair Bolsonaro ‘contraiu um vírus mental’ em Miami. “A parte chinesa repudia veementemente as suas palavras, e exige que as retire imediatamente e peça uma desculpa ao povo chinês. Vou protestar e manifestar a nossa indignação junto ao Itamaraty e a Câmara dos Deputados”, disse Yang no Twitter. “As suas palavras são um insulto maléfico contra a China e o povo chinês. Tal atitude flagrante anti-China não condiz com o seu estatuto como deputado federal, nem a sua qualidade como uma figura pública especial. Além disso, vão ferir a relação amistosa China-Brasil”, acrescentou. A conta oficial da Embaixada da China disse que as palavras de Eduardo “são extremamente irresponsáveis e nos soam familiares. Não deixam de ser uma imitação dos seus queridos amigos. Ao voltar de Miami, contraiu, infelizmente, vírus mental, que está infectando a amizades entre os nossos povos”. Yang disse também que Eduardo Bolsonaro “precisa assumir todas as suas consequências” Mais cedo, o filho do presidente, que atua como chanceler informal do governo e foi cotado para ser embaixador do Brasil em Washington, escreveu uma mensagem em que responsabilizou a China pela disseminação global do coronavírus “Quem assistiu Chernobyl vai entender o q ocorreu.Substitua a usina nuclear pelo coronavírus e a ditadura soviética pela chinesa. Mais uuma ditadura preferiu esconder algo grave a expor tendo desgaste, mas q salvaria inúmeras vidas A culpa é da China e liberdade seria a solução”, escreveu Eduardo no Twitter. O deputado também passou adiante uma mensagem dizendo que “A culpa pela pandemia de Coronavírus no mundo tem nome e sobrenome. É do Partido Comunista Chinês”. A China é o maior parceiro comercial do Brasil.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino