Alberto Fernández  ●  Bolivia  ●  Coronavirus  ●  Felipe Solá  ●  Islas Malvinas  ●  Mercosur  ●  Mercosur-UE

Copa América: Pernambuco e RN rejeitam, São Paulo e Bahia só aceitam se jogos forem sem público

Copa América: Pernambuco e RN rejeitam, São Paulo e Bahia só aceitam se jogos forem sem público

16:28 - Jogos serão disputados sem público e até o momento, dentro da Conmebol, não há a intenção de fazer alterações neste sentido.

Tão logo o Brasil foi anunciado como nova sede da Copa América, começou-se a discussão sobre quais cidades serão as sedes do torneio. A entidade e a CBF estão reunidos para tentar encontrar locais em que a realização da Copa América não interfira na realização do Campeonato Brasileiro.

Oficialmente, a Conmebol anunciará as datas e locais ainda nesta segunda-feira. Segundo o blog do Lauro Jardim, as cidades-sedes serão Natal, Brasília, Cuiabá, Recife e Manaus. O governo de Pernambuco, uma das possíveis sedes, emitiu nota oficial informando que "nas últimas semanas foi identificada uma nova aceleração de casos, que motivou medidas restritivas no Agreste e na Região Metropolitana". E que "reforça que o atual cenário epidemiológico não permite a realização de evento do porte da Copa América no território de Pernambuco".

Fátima Bezerra, governadora do Rio Grande do Norte, também foi ao Twitter afirmar que o estado não receberá quaisquer jogos. Declarou que, “apesar de sermos um dos estados com estrutura física disponível, não temos hoje níveis de segurança epidemiológica para realização do evento”.

Ela frisou que não foi procurada por ninguém de forma oficial sobre a realização do torneio no estado.

O Rio Grande do Norte não recebeu nenhum comunicado oficial a respeito da realização da Copa América em território potiguar. Mas, apesar de sermos um dos Estados com estrutura física disponível, não temos hoje níveis de segurança epidemiológica para realização do evento.

O Governado do Distrito Federal, uma das cidades dadas como quase certas para receber as partidas, disse que não recebeu nenhum contato oficial e tudo o que sabe é sobre a imprensa.

Já o governador da Bahia, Rui Costa, afirmou em sua conta no Twitter que "não há possibilidade de flexibilizar regras para que a Bahia seja sede". Costa frisou que jogos no estado apenas se forem sem público:

– Não será permitido público. Se a exigência é ter público, aqui na Bahia não terá.

O Governo de São Paulo informou que "não fará objeção caso a CBF defina São Paulo como um dos locais de jogos da Copa América, desde que os protocolos do Plano São Paulo sejam obedecidos", ou seja, assim como na Bahia, jogos sem público.

Wilson Lima, governador do Amazonas, também aceitou receber jogos em seu estado, mas ponderou que a contrapartida é que não haja público no estádio.

— Não recebi nenhum contato formal. Mas em princípio não teria nenhum problema, desde que os jogos sejam sem público.

Os jogos serão disputados sem público e até o momento, dentro da Conmebol, não há a intenção de fazer alterações neste sentido.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino