Comércio exterior do Brasil tem contração de US$ 14 bilhões, diz OCDE

Comércio exterior do Brasil tem contração de US$ 14 bilhões, diz OCDE

Globalmente, o comércio de mercadorias das maiores economias reunidas no G-20 tiveram um salto no terceiro trimestre

O comércio exterior do Brasil sofreu contração de US$ 14 bilhões no terceiro trimestre de 2020, comparado ao nível de antes da pandemia de covid-19, no quarto trimestre de 2019, mostram dados da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

As exportações brasileiras declinaram US$ 3,8 bilhões entre julho e setembro, em relação a antes da pandemia. As importações tiveram uma contração bem maior, de US$ 10,2 bilhões.

No terceiro trimestre, as exportações de mercadorias brasileiras tiveram um modesto crescimento de 1,6% em valor e as importações, uma contração de 8,9%, em relação ao segundo trimestre.

Globalmente, o comércio de mercadorias das maiores economias reunidas no G-20 tiveram um salto no terceiro trimestre, com exportações aumentando 21,6% e as importações 18,1%, comparado ao desastroso segundo trimestre quando as medidas de 'lockdown' estavam em vigor.

Mas a OCDE nota que dados preliminares já apontam que a volta de medidas restritivas em várias economias, e o recrudescimento do vírus voltou a ter impacto negativo nos fluxos de exportações e importações em outubro.

Outros indicadores confirmam que uma modesta retomada da economia desacelerou no quarto trimestre de 2020, com a pandemia continuando a causar estragos.

No terceiro trimestre, os Estados Unidos tiveram aumento de 23,6% e 18,5% nas exportações e importações, respectivamente, comparado aos três meses anteriores. A Europa teve um ritmo de crescimento similar em seu comércio exterior.
Mas no geral, o comércio internacional dos países do G-20 permaneceu 5% abaixo do nível do quarto trimestre de 2019.

Entre as economias do G-20, somente a China recuperou seu comércio, com alta de 9,6% nas exportações e de 13,7% nas importações entre julho e outubro, níveis acima de antes da pandemia. Isso ocorreu sobretudo pelas vendas de equipamentos chineses de proteção na área da saúde, em meio à enorme demanda global por ventiladores, máscaras, luvas médicas etc.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino