‘Brasil pode se beneficiar com recuo argentino no mercado de carnes’

‘Brasil pode se beneficiar com recuo argentino no mercado de carnes’

17:14 - Após governo argentino criar registro para monitorar exportações de carne bovina, mercado brasileiro pode ganhar mais espaço na China, diz analista

O governo da Argentina anunciou a criação de um registro para monitorar as exportações de carne bovina. A medida foi adotada na última semana, após a divulgação dos dados de inflação do país. Para conter a alta nos preços dos alimentos, o governo aumentou as restrições para a exportação e, segundo comunicado oficial, também estipulou novos acordos para a venda de proteínas a “preços acessíveis”.

O analista de mercado da Safras Fernando Iglesias, apontou que a ação do governo argentino pode abrir espaço para o aumento dos embarques brasileiros. “Preços da carne bovina na Argentina e Brasil são competitivos em relação aos concorrentes, então a China preferiu importar volumes mais expressivos de carne bovina do Brasil e Argentina. O governo argentino tem estratégia de maior controle de economia, isso pode gerar oportunidade para o mercado brasileiro. Quando temos um importador agressivo e um fornecedor importante deixa de participar de maneira atuante, a tendência é que a China direcione importações para outros players, então o Brasil pode encontrar espaço para exportar ainda mais carne bovina”, explica.

O analista ainda relata que a Peste Suína Africana (PSA) reflete no aumento das importações de carne pelo país asiático. “A Argentina conseguiu exportar bons volumes nos últimos meses, principalmente carne bovina, por conta da grande oferta que se formou na China por conta da Peste Suína Africana, então qualquer player do mercado que tinha carne pra ofertar a China absorveu”, pontua.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino