Bolsonaro recebe embaixador da Argentina um dia após criticar governo do país

Bolsonaro recebe embaixador da Argentina um dia após criticar governo do país

13/01 Presidente disse que países seguirão "aprofundando relação", relatou Daniel Scioli depois de encontro no Palácio do Planalto

O presdente Jair Bolsonaro recebeu nesta quarta-feira o embaixador da Argentina, Daniel Scioli, no Palácio do Planalto. Scioli, que completa 64 anos hoje, fez uma postagem no Twitter a respeito da reunião, que ocorreu um dia depois de Bolsonaro criticar abertamente o governo do país vizinho. O embaixador foi levado ao presidente pelo secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência, almirante Flavio Rocha, com quem manteve uma audiência momentos antes.

"Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro pelo nosso encontro e o presente no dia do meu aniversário", disse. "Ele me manifestou que vamos seguir aprofundando a nossa relação e me deu tranquilidade que estão garantidas as exportações de todo o trigo argentino ao Brasil."

Bolsonaro tem dado declarações frequentes com críticas ao presidente argentino, Alberto Fernández, que tem como vice a ex-presidente Cristina Kirchner. Em 2019, ele declarou reiteradamente apoio à tentativa de reeleição do ex-presidente Mauricio Macri, de centro-direita, que acabou derrotado por Fernández.

A crítica mais recente de Bolsonaro ao governo argentino aconteceu ontem, em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada. "Olha o que aconteceu na Argentina. Começaram a descer o cacete no Macri. O que aconteceu? Voltou o PT deles, com a Cristina Kirchner", disse Bolsonaro. "Olha como é que está lá. Aprovaram o aborto, continua um dos maiores lockdowns do mundo, é lá. Um dos maiores números de mortos por milhão de habitantes [por covid-19] é lá", disse.

Segundo dados oficiais, em mortes por covid-19 por milhão de habitantes, o Brasil, com 969,87, está apenas ligeiramente abaixo da Argentina, com 997,98.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino