Bolsonaro e Fernández se falarão pela primeira vez nesta segunda-feira

Bolsonaro e Fernández se falarão pela primeira vez nesta segunda-feira

Na campanha eleitoral argentina do ano passado, Bolsonaro fez seguidos ataques a Fernández

Numa tentativa de superar o clima de hostilidade mútua e recompor as relações Brasil-Argentina, os presidentes Jair Bolsonaro e Alberto Fernández conversarão diretamente pela primeira vez, em uma videoconferência marcada para a manhã desta segunda-feira.

Na campanha eleitoral argentina do ano passado, Bolsonaro fez seguidos ataques a Fernández, que visitou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na prisão em Curitiba. Os dois nunca se falaram sequer ao telefone. Na última reunião de cúpula do Mercosul, que ocorreu em plataforma virtual por causa da pandemia, só fizeram cumprimentos coletivos e não dirigiram palavras específicas um ao outro.

A videoconferência desta segunda, agendada para 11h30, ocorrerá a pretexto do Dia da Amizade Brasil-Argentina. Foi em um 30 de novembro, em 1985, que José Sarney e Raúl Alfonsín se encontraram em Foz do Iguaçu para selar o fim das tensões entre os dois países — que se viam como ameaças potenciais quando eram ditaduras militares.

Nos bastidores, chegou-se a cogitar uma reunião pessoal entre Bolsonaro e Fernández na fronteira Foz do Iguaçu-Puerto Iguazu. A pandemia e o distanciamento político entre os dois, entretanto, inviabilizaram o encontro. Bolsonaro não foi à posse de Fernández, que aconteceu em dezembro de 2019.

O Brasil é o maior parceiro comercial da Argentina — embora a China tenha tomado brevemente esse lugar no primeiro semestre deste ano — e o governo Fernández tenta emplacar o projeto de um novo gasoduto bilionário para escoar o gás natural de suas reservas localizadas em Vaca Muerta até Porto Alegre.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino