Aloysio Nunes diz que explicações sobre morte de estudante na Nicarágua são insuficientes

Aloysio Nunes diz que explicações sobre morte de estudante na Nicarágua são insuficientes

27/07/18 - 13:53 - O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, disse que as explicações dadas pelo governo da Nicarágua sobre a morte da estudante Raynéia Gabrielle Lima são insuficientes. A informação, até o momento, é a de que a jovem foi morta por um guarda de segurança privada e não por grupos paramilitares.

O ministro disse que o fato do embaixador brasileiro na Nicarágua ter sido chamado de volta e do embaixador da Nicarágua aqui no Brasil ter sido convocado representa um “profundo inconformismo com a violência naquele país”.

E lembrou que foram feitos apelos na OEA, a Organização dos Estados Americanos, para que houvesse um diálogo sobre o fim da violência não só das forças policiais, como das paramilitares na região.

As declarações do ministro foram feitas em Joanesburgo, durante a reunião dos Brics, grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Depois do evento, Aloysio Nunes falou também sobre a relação entre Inglaterra e a Rússia, após novos casos de envenenamento por Novichok, um agente tóxico que seria de procedência russa.

A substância é a mesma usada no ataque contra o agente duplo Sergei Skripal e a filha dele há três meses também na Inglaterra. Apesar do governo russo negar qualquer envolvimento com o caso, o ministro Aloysio Nunes disse esperar explicações mais detalhadas.

Aloysio Nunes ainda comemorou os acordos assinados durante a reunião dos Brics. Um para garantir a sede do banco de desenvolvimento do Brics aqui no Brasil, com escritório regional das Américas inaugurado ainda este ano, e outra sobre aviação regional, que vai permitir o desenvolvimento de projetos para ampliar as oportunidades de negócios.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino