Alberto Fernández quer ajudar Brasil a enfrentar o coronavírus

Alberto Fernández quer ajudar Brasil a enfrentar o coronavírus

19:22 - "Consideramos que o povo brasileiro é um povo irmão", declarou o chanceler da Argentina, país considerado um exemplo pela OMS

Apesar da relação estremecida por ataques sucessivos do presidente Jair Bolsonaro, a Argentina de Alberto Fernández se dispôs a auxiliar o Brasil a enfrentar a crise sanitária provocada pela pandemia do coronavírus.

Durante videoconferência realizada nesta quinta-feira (4), o ministro das relações exteriores argentino, Felipe Solá, afirmou que o país está disposto a ajudar os brasileiros, apesar de não ter sido acionado até o momento. A Argentina é vista como um exemplo no combate à pandemia e já foi elogiada pela Organização Mundial da Saúde.

“Não nos solicitaram, mas ajudaríamos. Consideramos que o povo brasileiro é um povo irmão. Podemos não estar de acordo em algumas questões com o governo [Bolsonaro], mas se o Brasil nos pede ajuda, daremos. A vontade de colaborar nós temos”, declarou Solá.

Com uma quarentena rigorosa, a Argentina registra 55 vezes menos mortes que o Brasil. Enquanto o país comandado por Bolsonaro já tem 32.548 vítimas fatais, o presidido por Fernández tem 588. A população brasileira é apenas 5 vezes maior do que a argentina.

A comparação no número de casos confirmados também é assustadora. O Brasil já tem 584.016 infectados, enquanto o país hermano possui 19.268 casos.

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino