Acordo com UE: café, frutas, carnes, açúcar, etanol e arroz serão beneficiados

Acordo com UE: café, frutas, carnes, açúcar, etanol e arroz serão beneficiados

14:40 - O bloco europeu é o segundo maior parceiro comercial do bloco sul-americano, ficando atrás apenas da China; contrapartidas não foram divulgadas

Com a vigência do acordo comercial com a União Europeia, produtos agrícolas de grande interesse do Brasil terão suas tarifas eliminadas, como suco de laranja, frutas (melões, melancias, laranjas, limões, entre outras), café solúvel, peixes, crustáceos e óleos vegetais. Além disso, exportadores brasileiros também terão acesso preferencial para carnes bovina, suína e de aves, açúcar, etanol, arroz, ovos e mel, afirmou o Ministério da Agricultura, após anunciar que o Mercosul e a União Europeia fecharam nesta sexta-feira, dia 28, um tratado em Bruxelas. Os negócios entre os dois blocos duraram cerca de 20 anos.

Pela sua importância econômica e a abrangência de suas disciplinas, este é o acordo mais amplo e de maior complexidade já negociado pelo Mercosul, cobrindo temas tanto tarifários quanto de natureza regulatória, como serviços, compras governamentais, facilitação de comércio, barreiras técnicas, medidas sanitárias e fitossanitárias e propriedade intelectual. As contrapartidas, no entanto ainda não foram divulgadas.

As empresas brasileiras serão beneficiadas com a eliminação de tarifas na exportação de 100% dos produtos industriais. Serão, desta forma, equalizadas as condições de concorrência com outros parceiros que já possuem acordos de livre comércio com a UE. O acordo reconhecerá como distintivos do Brasil vários produtos, como cachaças, queijos, vinhos e cafés.

Ainda segundo o ministério, o acordo propiciará um incremento de competitividade da economia brasileira ao garantir, para os produtores nacionais, acesso a insumos de elevado teor tecnológico e com preços mais baixos. A redução de barreiras e a maior segurança jurídica e transparência de regras irão facilitar a inserção do Brasil nas cadeias globais de valor, com geração de mais investimentos, emprego e renda. Os consumidores também serão beneficiados pelo acordo, com acesso a maior variedade de produtos a preços competitivos.

O acordo garantirá também acesso efetivo em diversos segmentos de serviços, como comunicação, construção, distribuição, turismo, transportes e serviços profissionais e financeiros. Em compras públicas, empresas brasileiras obterão acesso ao mercado de licitações da UE, estimado em US$ 1,6 trilhão.

Os compromissos assumidos também vão agilizar e reduzir os custos dos trâmites de importação, exportação e trânsito de bens.

 

www.prensa.cancilleria.gob.ar es un sitio web oficial del Gobierno Argentino